• O Vestido

    Jennifer Robson

    Um romance histórico fascinante sobre um dos vestidos de noiva mais famosos da História.


    Um hino à esperança e à amizade num mundo pós-guerra.


    Londres, 1947: A Segunda Guerra Mundial terminou há dois anos e Inglaterra está do lado dos vencedores, mas o país passa por duras adversidades. Quando o Palácio de Buckingham anuncia o noivado da princesa Isabel com o tenente Philip Mountbatten, a nação ganha um novo ânimo. Para Ann Hughes e Miriam Dassin, bordadeiras numa famosa casa de moda, o casamento real é mais do que uma celebração. É uma honra única nas suas vidas, pois foram escolhidas para criar os intrincados bordados que adornarão o vestido da princesa.

    Toronto, 2016: Mais de meio século depois, Heather Mackenzie encontra entre os bens herdados da avó um conjunto de flores bordadas à mão, que se assemelham muito aos motivos do deslumbrante vestido de noiva usado pela, agora, rainha Isabel II, e uma fotografia da avó com Miriam Dassin, uma célebre artista têxtil que sobreviveu ao Holocausto. Ansiando por saber mais sobre o passado da avó e os misteriosos bordados, Heather inicia uma viagem que lhe revelará muito mais do que esperava.

  • A Charlotte, de 11 años, la toma como criada una familia de la alta nobleza que pertenece a la corte del rey. Allí descubre las costumbres del matrimonio a las que debe someterse su joven ama.

  • Esta colectânea de contos infantis contém seis histórias: O sapo envergonhado, que dá o título à obra; - O galo que desejava correr mundo; - A bruxa e o caldeirão; - A vendedora de cebolas; - A princesa feia; - e O príncipe do Reino Estranho. São histórias baseadas nas personagens dos contos tradicionais, onde fadas, bruxas, reis, príncipes, princesas e animais se encontram em mil e uma trapalhadas que fazem as delícias das crianças. A primeira começa assim:
    «Era uma vez um sapo que vivia no seu charco feliz e despreocupado. Tinha o seu nenúfar particular, onde se postava a apanhar banhos de sol e a comer moscas que distraidamente violavam o seu espaço aéreo. Uma vez por outra, partilhava o nenúfar com uma fêmea do charco. Coaxava a tarde toda para ela e oferecia-lhe as moscas varejeiras mais suculentas que conseguia caçar. A fêmea ficava encantada e agradecia-lhe com um piscar de olhos e um coaxar lento e sedutor. Era uma bela vida. Mas um dia a paz terminou».

  • A Charlotte, de 11 años, la toma como criada una familia de la alta nobleza que pertenece a la corte del rey. Allí descubre las costumbres del matrimonio a las que debe someterse su joven ama.

empty